05/10/09

Hoje acordámos e éramos 5...

O Dia do Animal teve as suas consequências. No ano passado, foi neste dia que se tornou oficial que o Sushi ia ficar connosco - pusemos-lhe o chip na carrinha veterinária que estava em Belém por causa do evento do Dia do Animal e apesar de ser um evento de adopção decidimos não passear com ele com um cartaz de "Adopta-me" para chamar à atenção de potenciais donos. Foi nesse dia que o Dono mais uma vez me surpreendeu com o seu amor pelos animais. Dou graças a não-sei-muito-bem-quem por ele ser o meu companheiro para a vida pois não conheço mais ninguém que alinhasse nestas coisas comigo.

Este ano também houve uma surpresa: um Bosque da Noruega que é um enorme terrorista com outros gatos mas adora pessoas e cães. Não há nenhuma FAT do SOS Animal que possa ficar com ele e na realidade o que ele precisa mesmo é de uma casa definitiva (a nossa já é a sua quarta morada). Veio cá parar assim de repente, numa emergência, e vamos fazer todos os possíveis para que ele se dê bem com a Emma e o Sushi e possa cá ficar. Desejem-nos muita sorte que bem precisamos!

Até agora têm estado sempre separados (o que num T2 se torna complicado, devo dizer) e só se vêem através de uma porta de vidro. Já tentámos apresentá-lo a cada um dos cães em separado com a trela posta, ele não reage mal, mas depois lá começa a bufar um bocado porque de facto os cães são grandes e ladram-lhe mesmo em cima. Pareceu-me que tudo o que a Emma queria era brincar com ele. Ele também acaba por ter a curiosidade de ir interagir com eles do outro lado da porta. Não temos pressas, parece bem encaminhado mas não vamos forçar a nada.

Connosco é uma delícia. Só quer mimos, gosta de colo, dá muitas turrinhas e fala imenso connosco. Mas é um espertalhão de primeira e só quer é ir para a rua (já nos disseram para lhe pormos uma trela e levá-lo a passear porque ele adora, mas a chuva veio estragar tudo). Temos de ter um cuidado extremo com a janela porque moramos num r/c. É por estas e por outras que apesar de adorarmos gatos nunca tínhamos realmente pensado em ter um, e confesso que se fosse para adoptar um gato preferia que fosse o Joy, mas as circunstâncias mudaram no espaço de algumas horas e agora a situação que temos cá em casa é esta. O Bart (nome que herdámos juntamente com o gato mas que lhe faz jus porque ele é tão rufia e irresistível como o Simpson) tem estado comigo, os cães têm estado soltos no resto da casa com a companhia do Dono. Enfiamo-los no escritório de vez em quando para o Bart poder explorar o resto da casa. E quase que precisamos de walkie-talkies para comunicar um com o outro: "Olha, preciso de ir ao quarto. Podes segurar os cães no escritório por um bocadinho? Já fechaste a porta? Posso sair? Olha que o Bart está solto!", etc e tal.



Como disse, desejem-nos sorte...

(prometo mais fotos em breve)

7 comentários:

Van Dog disse...

Muita, mas muita boa sorte!!
(ele é lindo!)

Pepe disse...

Lindão!! Vai correr tudo bem! :)

Sónia disse...

Que bom!!!!!!!!!!!!

Vai ser uma animação!!

Olha podes por redes nas janelas!!!

Carracinha Linda! disse...

O Bart é lindo e aposto que os 5 serão uma família feliz!

Ka disse...

Uau! Que máximo! Muitos parabéns e boa sorte! Vai correr tudo bem, tenho a certeza. E agora é mais um a contribuir para o "Festival do pêlo pela casa". :D

Anónimo disse...

toda a sorte do mundo. e que pensem em arranjar companhia ao Bart ;)....já estou a araanjar mais trabalho :))
como disse: toda a sorte do mundo para voçes todos. um beijo enorme.
entretanto o joy ja tem casa?

sandra calvar

Sandra Duarte disse...

Boa, boa sorte!
Uma beijoca