19/06/09

Voluntariado é...

Encontrar uma causa pela qual estamos dispostos a dar o nosso tempo, o nosso carinho... enfim, numa palavra, voluntariado é ENTREGA.

O que é que ganhamos em troca? Sentimo-nos super-heróis! Sentimos que fizemos uma boa acção. Sentimos que fizemos a diferença. E depois sentimos que não chega e que temos de fazer mais e mais...

Experimentem!

Venham ter connosco a uma das campanhas. Venham passear um cão, dar-lhe miminhos, fazê-lo feliz só por um dia... É uma sensação incrível - de realização e de frustração ao mesmo tempo - mas o que interessa é que fazemos tudo por eles.

Se acham que não têm "estômago", e preferem começar por algo mais simples como distribuir folhetos e aceitar donativos num dos Bancos Alimentares que organizamos (amanhã há um no Vasco da Gama), não importa. Cada um faz o que pode. Durante o tempo que pode. Uma manhã, duas horas, não importa. O que importa mesmo é ajudar!!!

5 comentários:

Inca disse...

muita sorte para o Banco de amanhã.
bjs

Van Dog disse...

Belo texto!

Sabes que acho que, em geral (não falo de nenhuma associação em particular), devia haver um pouco mais a noção que, quando se está numa acção (de adopção, de recolha de alimentos, seja do que for), os objectivos são:
1) Favorecer adopções;
2) Recolher doações;
3) Atrair voluntários.

Tenho a ideia que o 3º objectivo não está, muitas vezes, claro. Tenho assistido, por vezes, a situações em que parece não haver uma abertura para "estranhos curiosos". Não é a humanos que se apresentam para serem voluntários; é a humanos que se aproximam, fazem perguntas,... revelam curiosidade.

Cheira-me que essas aproximações podiam, em muitos casos, ser geridas de forma a tentar criar laços. Ou pelo menos, a não afastar esses humanos...

Posso estar errado e ter uma visão parcial. Em todo o caso, sei que nunca, mas nunca se pode generalizar este comportamento. Mas já tenho assistido a situações em que o objectivo "atrair voluntários" não é, muito claramente, uma preocupação...

(não serve de desculpa aos humanos que não são voluntários, mas poderia ajudar a que mais o fossem...)

Aqui vai um super uauff para todos os voluntários que tanto fazem pela animalada deste país!

Troca Letras disse...

Peço a todos que gostam dos animais e que querem os ver a terem uma vida feliz e digna, que ajudem a constituição do Partido Pelos Animais, dando a vossa assinatura e recolhendo também a dos vossos amigos e familiares.

Mais pormenores em:
http://troca---letras.blogspot.com/

Uma dona babada disse...

Van:

tens toda a razão. as associações precisam sempre de voluntários, não só de dar animais e receber donativos.

mas não é fácil... os voluntários estão sempre a rodar, há pessoas que pura e simplesmente nao aguentam ou acabam por ir à sua vida por qualquer motivo.

e de cada x que entra alguém novo, vem cheio de ideias e com a pica toda, até que depois começa a cair na realidade e a entender as imensas limitações. nesse entretanto, ha sempre um certo periodo de adaptação que é complicado.

suponho que alguma falta de abertura a "estranhos curiosos" ou a "potenciais voluntários" se deva ao facto de já estarmos todos muito queimados com tanta coisa que acontece, tantas lutas inglorias, tantos obstáculos no caminho, tantas pessoas k mandam palpites kd nem seker sabem do k falam, etc etc

eu não percebia isso, até k comecei a perceber. LOL

Van Dog disse...

Também compreendo esse pnto de vista.
Os humanos são muito complicados! ;)