29/11/10

Mudança radical

Não é de visual. É algo muito, mas mesmo muito, mais radical. A minha mãe agora derrete-se com a Emma. Quando ela pede comida, quando ela dá a pata, quando ela ressona, quando ela faz mrcha-atrás para se desviar do caminho, quando ela sobe para cima da cama... E depois a minha mãe olha para mim como se eu fosse uma ditadora, só porque não lhe dou da nossa comida nem quero que ela suba para cima da cama (só às vezes quando estamos sozinhas, há que manter as aparências hehehe), e diz-me: "Ah, deixa-a lá..." Estou mesmo a ver porque é que dizem que os avós só servem para deseducar...

3 comentários:

Van Dog disse...

É comovente ver alguém ser conquistado dessa maneira. E é uma lição para todos nós: que por vezes temos de dar espaço para nos apaixonarmos, e que temos que dar oportunidades aos que amamos.

E vou-me calar que isto de um cão andar a filosofar assim não é normal.

Uma dona babada disse...

é bem verdade, Van! (o que disseste, nao que filosofia nao seja normal. alias, acho que fazes mt bem em puxar pela cachola :P)

Folhetim Cultural disse...

Olá parabéns pelo seu blog,sou blogueiro e para janeiro terá novidades como colunas sobre esporte, comunicação, politica, espiritualidade entre outros.. e também quadros como o poeta entrevista, chá das 5, no café da manhã com poesia entre outros... este é o endereço: 
informativofolhetimcultural.blogspot.com
espero que goste dele!
Ass: Magno Oliveira