08/08/09

Tristes figuras

Moramos ao pé de um jardim muito grande. Da janela da cozinha e da sala temos uma vista fantástica. Mas a vista dá para os dois lados, ou seja, quem estiver dentro do jardim também nos vê.

Ora, quando o jardim está fechado ao público, quem por lá anda é só um segurança. Mas eu imagino que, se algum dia o segurança estiver a fazer a sua ronda e decidir olhar na direcção da minha janela, vai achar que nesta casa vivem uns maluquinhos de primeira.

Quantas e quantas vezes chego do cinema à meia-noite e tal de um sábado e ando de esfregona na mão a lavar o chão da cozinha?

Quantas e quantas vezes acordo no domingo seguinte e ainda de pijama e toda despenteada lá vou eu pegar na esfregona para lavar outra vez o chão da cozinha?

Não admira que me achem maluca!!! Obcecada pelas limpezas, no mínimo...!

Não, apenas tenho uma cadela que não é uma cadela. É uma porca. Uma porca badalhoca (mas linda).

2 comentários:

Van Dog disse...

:)

Será que não há algum truque para motivar a Emma?

Uma dona babada disse...

já tentámos tudo... mas qualquer sugestão é bem-vinda!