05/05/11

Uma questão de QI?

Sempre gostava de perceber porque é que o Sushi tem medo de passar por uma porta entreaberta, mesmo que esteja aberta o suficiente para ele conseguir passar, mas não tem nenhum tipo de problemas em passar por cima do fio do ferro de engomar. Uma pata de cada vez lá vai ele como se nada fosse. Será que não sabe distinguir o que é perigoso do que não é? Já a Emma... Tem tanto medo que quando se está a aproximar do fio trava logo com direito a derrapagem e tudo, depois escolhe outra rota. Não que eu deixe o ferro ligado sem eu estar por perto, credo, mas hoje observei este contraste e deixou-me intrigada.

2 comentários:

Guida disse...

Olá
a minha cadela também tem medo das portas. E isto só surgiu já tinha 1 anito, de um dia para o outro. Suspeitámos que a empregada que ia lá a casa deixou as janelas abertas e que alguma porta se tenha fechado com força. Não sei mesmo de ela não terá levado com a porta...:-( .Tadinha, não nos pode contar.... e a empregada também não disse nada, é claro...
Beijinhos !
PS gosto muito de vir ao teu blogue ver as notícias da familia feliz :-)!

Lígia disse...

Humm, não acho que seja uma questão de inteligência, mas de distracção (da parte do Sushi), e talvez a tua Emma já tenha lá encostado o nariz e percebeu que é quente, ou até mesmo porque associa a um objecto pelo qual lhe tenham dito muitas vezes para não passar por cima... O Sushi deve ter-se assustado com o bater de uma porta, ou já se entalou ou assim... A minha Emma por exemplo, tem um grande tino, mas quando tá no auge da hiperactividade faz coisas que regra geral, não faz por que sabe perfeitamente que é perigoso! Já o Zé Maria, outro dia deu uma valente cabeçada na marquise, (é de vidro, transparente, né?) e agora é vê-lo, quando lá passa, a travar e testar devagarinho a ver se tá aberto, lol! Farto-me de rir! Mas nunca mais se esquece, nem nas fases mais malucas, but then again não é tão hiperactivo como a Emma e por isso penso que consegue sempre medir tudo o que faz!
Portanto acho que pode ter a ver com distraação apenas (nos cães eu chamo bazarouquice:P) ou com as personalidades mais (ou menos) hiperactivas! (Hoje não tou muito inspirada a escrever, mas acho que me fiz entender...;))