13/03/10

Que maldade!

Os meus cães têm mesmo um charme irresistível.
O nosso empreiteiro e o seu servente estão sempre a elogiá-los, dizendo que se portam muito bem durante o dia, e que nas vezes em que precisaram de ir à cozinha correu tudo sempre bem, etc. etc.
De manhã quando eles chegam vêm os cães a ir e vir do passeio, fazem festinhas. No único dia em que não os viram (porque ainda estavam no quarto comigo) perguntaram logo por eles. Não só trabalham bem e são rápidos, como ainda por cima gostam dos meus cães, enfim, se não fosse o facto de não tencionar voltar a fazer obras no próximo milénio, contratava-os outra x já amanhã.
Mas hoje esteve cá um estucador que ainda não conhecia os monstrengos. E o empreiteiro decidiu pregar-lhe uma partida. Disse-lhe para ele ir à cozinha espreitar os cachorrinhos pequeninos e fofinhos que lá estavam. Pois parece que o homem apanhou um cagaço do tamanho do mundo e fugiu a sete pés para a sala. Coitado!
Quando chegámos de almoçar com a família e nos contaram a história foi um fartote de rir. Pudera... "Cachorrinhos pequeninos e fofinhos" não é a melhor descrição, não!

2 comentários:

Van Dog disse...

hehehehe... eles são lindos e charmosos, mas realmente ir à espera de uns cachorrinhos pequeninos... :D

Uma dona babada disse...

adorava ter visto!